ESSA É A PAGINA DO MOVIMENTO PASSE LIVRE - GRANDE VITÓRIA - facebook -
ACESSE TAMBÉM
WWW.TARIFAZERO.ORG

domingo, 6 de novembro de 2011

Transporte gerido pelos trabalhadores e pelo Povo


O projeto BRT, junto a já implantada bilhetagem eletrônica, "pode" ter uma consequência nefasta para os trabalhadores do sistema de transportes. Noticiado pelo próprio jornal A Tribuna, o BRT pode ser sinal do início de um processo de demissão em massa dos rodoviários que assumem a função de cobradores nos ônibus.

O Movimento Passe Livre vem manifestar o apoio à    base da categoria dos rodoviários capixabas, que   tradicionalmente ja é traída pelos seus dirigentes   sindicais, e além disso trazer à luz uma campanha que   vá para além da reinvidicação salarial. Apesar de o   MPL defender a extinção da tarifa de ônibus (através   do Projeto Tarifa Zero), não vemos contradição entre   isso e manter o emprego dos cobradores.

  Sabemos que a solução para o transporte público   tem que passar pela humanização dele. E que as   condições de trabalho serão piores para um motorista  que trabalha sozinho numa rotina estressante.

Acreditamos que mesmo depois de implementar a Tarifa Zero, deva haver um profissional dentro do coletivo que deva regular o bom funcionamento e a qualidade do transporte.

OBS: O projeto BRT não cita em nenhum um momento a preocupação com a superlotação e o preço da passagem.

2 comentários:

Lundi Montag Allamistakeo disse...

Aew pessoal , estou seguindo o Blog , se tiver como podemos fazer uma parceria...Marcelo (Vitor Hugo ....só lmebrar de Praia Grande..heheh)
Meu blog é contemporanyword.blogspot.com

MPL Curitiba disse...

Amigxs, o BRT é uma máquina de moer carne, a favor do lucro.
Em Curitiba, cada vez mais fica evidente a furada em que a cidade foi metida pela máfia do transporte coletivo modelo: http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?tl=1&id=1222504&tit=nibus-atropela-uma-pessoa-a-cada-3-dias